segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Espera...

18 Comments

Não, não vá embora ainda... Eu tenho tanto por dizer... Fique, fique mais um pouco. Sente-se. Este é o seu sofá preferido, lembra? Compramos juntos naquela loja lá no fim do mundo. Quer beber algo? Uma água, um café... Não, já sei. Uma coca, com uma pedra de gelo e uma fatia de limão, do jeito que você gosta. Sabe, este tempo todo afastados me fez perceber o quanto eu preciso de você e eu tenho algo a te dizer, são três palavras muito importantes. Três palavras que podem mudar a sua e a minha vida. Não, não é "eu te amo". Mas é claro que "eu te amo"! Não se vá, por favor. Deixa eu te falar... Só quero saber como você está, como tem passado, eu estava com muitas saudades. E estou com medo de que se você passar por esta porta nunca mais volte. É isto que você quer? Eu preciso saber... Estou juntando coragem para te falar. Você está cansada de eu ficar aqui falando? Espere, eu preciso me acalmar, vou lavar o rosto e já volto. Voltei! Mas... cadê você? Eu ainda tinha tanto pra te falar... e dizer três palavras tão importantes: "Quer se casar comigo?" Mas você não esperou...

18 comentários:

deh ramos 20 de dezembro de 2010 14:19

Que coisa mais linda, Nath.. Sabe do que eu lembrei agora? Daquela música da Marisa que eu amo de paixão: "Por favor, não vá ainda.. Espera anoitecer; A noite é linda, me espera adormecer.. Não vá ainda, não, não vá ainda.."

Que os dias fiquem bem por aí. Beijos, querida!

Rodolpho Padovani 20 de dezembro de 2010 15:44

Às vezes a gente perde tempo pensando demais e acaba não agindo e quando percebemos é tarde demais, né? Mas parece que só aprendemos desse jeito "/

Bjs =)

CYWMARA WADISQUY 20 de dezembro de 2010 16:10

...MIGAHHH

nuss...TINHA QUE IDO ATRÁS...

ter olhado nos olhos,se ajoelhado, ter dito as palavrinhas, i com um beijo selado tal amor!

ahhhhhhhh....

XEROOOOO

Fernando 20 de dezembro de 2010 19:26

Esse momento final que não parece final é cortante. Pior é que quem continua amando sempre se joga aos pés do outro.

Meu beijo!

Beatriz Amorim 21 de dezembro de 2010 14:49

Nath, muitas vezes só damos o devido valor quando perdemos, não é verdade?
Belo texto!

Beijinhos

Rodrigo Rocha 21 de dezembro de 2010 16:42

Olá passei para conhecer seu blog ele é notº10, show, fantástico, muito maneiro com excelente conteúdo você fez um ótimo trabalho desejo muito sucesso em sua caminhada e objetivo no seu Hiper blog e que DEUS ilumine seus caminhos e da sua família
Um grande abraço e tudo de bom

Evandro Oliveira 22 de dezembro de 2010 16:22

Nathalie,
Acho que ter um blog significa ter um espaço para expor nossos sonhos, desejos, aquilo que nos toca e move nosso coração, nossa indignação, nossos gostos musicais, os filmes e livros que marcaram nossa vida.
Com três meses de existência o blog Sabor da Letra fez amigos, se emocionou, se indignou, riu, aprendeu muito com cada um dos blogs abaixo, e é por considerar que seu blog tem o doce sabor da letra que entrego o “Selo Esse blog tem Sabor”
Passa no meu blog e pegue-o, caso tenha interesse.

Abraços
Evandro Oliveira

http://sabordaletra.blogspot.com/

Evandro Oliveira 23 de dezembro de 2010 23:36

Não sou cristão, mas compreendo esse dia como importante para todo o ocidente, e sei que uma forte energia de bondade domina os corações nesse momento. Espero que essa data tenha um significado maior do que essa onda consumista que se tornou para os povos ocidentais, e que o desejo de paz, amor e compreensão domine seu coração.
Feliz Natal!

Passe no blog, tenho uma postagem sobre um livro que adoro.

http://sabordaletra.blogspot.com/

Rebeca Amaral 24 de dezembro de 2010 15:25

Às vezes a gente erra os momentos e acaba ignorando a hora certa de dizer certas coisas... É preciso sensibilidade para perceber a hora certa. Que texto liiiindo! Amei!

Um beijo, flor. Tenha um Natal maravilhoso!

Lorena Rocco 26 de dezembro de 2010 18:04

Que lindo...
uma atitude que muda toda uma vida.

adorei!
=*

Mari 30 de dezembro de 2010 18:29

Te indiquei para um selo, vê lá no blog :D

Lorena Rocco 31 de dezembro de 2010 14:11

tem presentinho para ti no Alices.

;)

(?) 1 de janeiro de 2011 01:15

Aai que suspense que eu fiquei enquanto lia o texto! E quão decepcionada fiquei quando acabei de ler... Nós sempre esperamos um final feliz, talvez seja um erro.

Parabéns pelo blog! Também adoro o Caio Fernando Abreu... Tenho uma coleção de seus livros! Ele realmente me encanta.

Vou te seguir, ok?
Se quiser, dá uma passadinha lá no meu blog...
Feliz Ano novo!

iinwonderland.blogspot.com

MadAlice 6 de janeiro de 2011 17:13

Nossa Nathi, adorei!

Parabéns!

=)

Bianca Sousa 14 de janeiro de 2011 10:50

nhainnnn, deu até um apertinho no coração! :X

Camila 15 de janeiro de 2011 17:34

Aiiii que texto mais lindo *-* às vezes a espera vale a pena! Amei ;*

Beatriz Amorim 24 de janeiro de 2011 18:24

Querida, tem selinho no meu blog para você!
beijinhos!

carlos 14 de fevereiro de 2011 14:58

PERFEITO... parecido, um pouco, com para uma avenca partindo de CFA....
ficou legal.... estou sentindo isso que transparece desse texto...